Basta uma única molécula de clorofluorcarbono, mais conhecido por CFC, para eliminar até 100 mil (moléculas) de ozônio, único gás que filtra a radiação ultravioleta do tipo B (UV-B), nociva aos seres vivos.

 

Esse alerta do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) chama a atenção para o desafio global da destinação adequada do estoque de compostos de flúor, cloro e carbono armazenado ou em atividade em produtos como refrigeradores e aparelhos de ar condicionado, porque demoram até 8 anos para chegar à estratosfera e permanecem ativos por um período de 80 a 100 anos, devastando a camada de ozônio. Ou seja, os CFCs devem ser evitados e eliminados porque destroem o escudo que protege o planeta da radiação solar.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, a exposição à radiação UV-B está associada a danos à visão, ao envelhecimento precoce, à supressão do sistema imunológico e ao desenvolvimento do câncer de pele.

 

Conseguir reduzir vazamentos de gases danosos passa por conhecimento ambiental e técnicas específicas, mas práticas cotidianas, também, são condicionantes de um esforço local com efeito global.

 

Cada pessoa pode e deve fazer alguma coisa. Por exemplo: podemos optar por produtos ecologicamente corretos (é só ler o rótulo). Quando estiver na hora de comprar um ar condicionado ou uma geladeira, também podemos questionar ao fornecedor se são produtos verdes, ou seja, que não agridem o meio ambiente e que economizem energia.

 

A conscientização e a mudança de atitude são os caminhos mais importantes quando o assunto é aquecimento global, assim, para contribuir com a diminuição de emissão de gases do efeito estufa, em primeiro lugar é preciso saber onde estão esses gases. E já estamos começando a saber.

 

Urbi et orbi e faça parte da ALDEIA GLOCAL em aldeiaglocal.com.br, afinal, quanto mais global, mais local.

 

A coluna “Aldeia Glocal” é publicada no Tribuna do Ceará, às quartas-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *