Ilustração: Thiago Mello.

7 de setembro, abertura da Paralimpíada do Rio 2016, feriado de declaração da Independência do Brasil e momento oportuno para reflexão sobre temas locais e globais para um planeta sustentável.

Pra começar, vamos lembrar que a sustentabilidade que falo nesta coluna, pressupõe um meio ambiente ecologicamente equilibrado, numa sociedade justa e economicamente viável. Não, não é fácil, mas, como minha filha lembrou ontem, a humanidade luta contra o constante aumento da entropia, a lei fundamental do universo, com o que propõe ser a lei fundamental da vida: a estrutura. Nos unir por um mundo melhor, portanto, não seria um desafio maior.

O pensamento que motiva essa união é de um escritor e presidente checo e quem explica mesmo o crescimento entrópico é a física, mas podemos tomar emprestado o senso comum que os vincula ao caos e à desordem, para tratar de questões fundamentais sobre o mundo e nossas vidas.

Por exemplo: não acredito que seja possível viver completamente isolado dos outros animais e do mundo, porque dependemos de um influxo constante de energia e de alimentação para viver. Penso que a vida só é possível quando existe um decréscimo local de entropia, ou, em outras palavras, quando há um aumento local de ordem.

E que esta ordem, também inerente ao consenso social, no entanto, é irrelevante quando consideramos as fontes de energia (como o Sol e os alimentos) porque a entropia total sempre cresce e o tempo, para o universo como um todo, segue em frente e continuamente, indiferente às nossas inquietações existenciais.

Lógica (?) da vida (?)

Contradições a parte, e as tenho porque próprias à condição humana, lembro que  que só existe um tipo de gente: gente. Tanto em competições esportivas, quanto relações internacionais. Porque O Sol é Para Todos, tudo isso vale para todos os dias, para todos nós, para a vida.

Urbi et orbi e faça parte da ALDEIA GLOCAL em aldeiaglocal.com.br, afinal, quanto mais global, mais local.

A coluna “Aldeia Glocal” é publicada no Tribuna do Ceará, às quartas-feiras, e vai ao ar na Rádio Tribuna BandNews (FM 101.7), às 9h10.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *