Ilustração: Thiago Mello

 

Vamos falar de memória da cidade? O que deve ser lembrado? O que deve ser esquecido?

Você conhece o Edifício São Pedro? Ou já esqueceu nosso Iracema Palace?

O primeiro edifício da Praia de Iracema foi inspirado num navio e tem muita história pra contar. Ele recebe o nome do santo considerado o protetor das viúvas e dos pescadores. E penso que não por acaso, afinal está situado na antiga Praia do Peixe, onde muitas mulheres viram seus maridos pela última vez, como a do Chico da Matilde, nosso Dragão do Mar, que este ano completa 102 anos que não desbrava em sua jangada Liberdade.

Então? Estamos sem lastro? Deixando nosso Titanic afundar?

Especialmente em épocas como as de chuva, é o que parece que vai acontecer com toda Fortaleza. Entre um trovão e outro, imagino São Pedro, lá em cima, “mudando os móveis de lugar”, como uma metáfora e um eufemismo para o que estamos fazendo com a cidade.

O que podemos fazer? Uma sugestão para cuidar, morar e viver melhor é exercer cidadania ativa, participando dos conselhos da cidade e das audiências públicas, questionando e criando. Você sabe o que pensa o Conselho de Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural sobre o Edifício São Pedro? Ele decidiu, por unanimidade, pelo tombamento do prédio. O Prefeito assinou o decreto referente ao tombamento? Descobre e conta pra gente! Tive notícias de um plano de construção de duas torres no local. Tá sabendo?

Urbi et orbi e faça parte da ALDEIA GLOCAL em aldeiaglocal.com.br, afinal, quanto mais global, mais local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *